Jornalismo UFSC
  • Ocupação Maloca e Jor UFSC realizam exposição fotográfica e mesas de debate sobre as lutas dos estudantes indígenas na Universidade

    Publicado em 22/11/2022 às 18:43
    A exposição fotográfica A Luta dos Estudantes Indígenas, da Ocupação Maloca UFSC em 2022, será realizada no Hall da Reitoria da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) entre os dias 29 de novembro e 2 de dezembro

    A Ocupação Maloca UFSC, articuladora de lutas dos estudantes indígenas da UFSC e o curso de Jornalismo realizam, na próxima semana, uma série de atividades para dar visibilidade às diversas mobilizações dos estudantes indígenas ao longo do ano de 2022, pela demarcação de terras indígenas e permanência estudantil. Integram a programação uma exposição de fotografias, lançamento de um videodocumentário, palestras, debates, apresentações e cantos tradicionais.

    A iniciativa foi contemplada em edital da Secretaria de Cultura e Arte (Secarte) da Universidade, que cede o espaço a iniciativas institucionalmente relevantes e tem apoio do Sindicato dos Professores das Universidades Federais de Santa Catarina (Apufsc), do Centro de Comunicação e Expressão da UFSC (CCE) e do Departamento de Jornalismo.

    As fotografias e vídeos foram captados ao longo das diversas mobilizações que envolveram os estudantes indígenas desde o retorno da Universidade às atividades presenciais, entre elas: a campanha pela melhoria de condições da Maloca – ocupação que abriga atualmente 44 estudantes indígenas e 5 crianças de 9 povos.  A viagem a Brasília, foi um momento histórico de atos nacionais contra a tese do Marco Temporal, que contou com o apoio da Universidade que cedeu um ônibus para a realização da viagem de uma semana, e o Acampamento Terra Livre – região Sul, na Aldeia Toldo Chimbangue, em Chapecó (SC), que reuniu mais de 600 indígenas do Sul do país em mesas de debates e apresentações culturais.

    Atualmente a universidade conta com 243 estudantes indígenas regularmente matriculados em diferentes cursos incluindo a Licenciatura Intercultural Indigena do Sul da Mata Atlântica. A Comunidade Acadêmica Indigena hoje é composta por vários povos de todas as  regiões do país, sendo: Xokleng, Kaingang, Guarani, Krenak, Xakriabá, Yawalapiti, Pankará, Atikum-umã,  Pankararu, Parintintin, Baniwa, Baré, Tikuna e Sateré-Mawé.

    A produção do evento acontece por meio do projeto de extensão Estudantes indígenas na cobertura dos atos contra o Marco Temporal, proposto pelo curso de graduação em Jornalismo, e ocorre em articulação direta com outros três projetos de extensão do curso: o telejornal TJ UFSC, o site Cotidiano e a iniciativa Jornalismo e Ação Comunitária. Os projetos promoveram oficinas de produção jornalística e a divulgação dos conteúdos produzidos pelos estudantes ao longo das ações de mobilização indígena.

    Participam da organização do evento três docentes do curso de Jornalismo, as Professoras Isabel Colucci, Melina Ayres e Stefanie SIlveira, além de 25 estudantes, indígenas e não indígenas, de graduação e pós graduação dos cursos: Arquitetura e Urbanismo; Educação do Campo; Fonoaudiologia; Relações Internacionais; Psicologia, Ciências Sociais; Engenharia Civil, Nutrição, Graduação e Pós-graduação em Jornalismo. Os estudantes indígenas participantes do projeto são residentes da Ocupação Maloca e representam diferentes etnias do país.

    Programação

    Terça-feira dia 29/11/2022
    Dia – 08h – no Hall da Reitoria
    ➢ Abertura da Exposição Fotográfica (aberta ao público)
    Noite – 18:00 no Auditório da Reitoria
    ➢ Canto Sagrado do Povo Xokleng/Laklãnõ
    ➢ Apresentação do rapper Fernando Xokleng (Estudantes Indigena do
    Curso de Jornalismo)
    ➢ Mesa de abertura com autoridades institucionais da UFSC
    ➢ Mesa Redonda com os fotógrafos da Exposição
    ➢ Mediadores
    ● Estefany Padilha – Estudante Indígena de Psicologia do Povo Baré
    ● Eliel Camlem – Estudante Indígena de Relações Internacionais do Povo
    Xokleng

    Quarta-feira dia 30/11/2022
    Dia – 08h – no Hall da Reitoria
    ➢ Exposição Fotográfica (aberta ao público)
    Noite – 18:00 no Auditório da Reitoria
    ➢ Mesa de Lideranças Indígenas dos povos, Xokleng, Guarani, Kaingang
    e Tukano, com o tema: A Luta Indígena em Múltiplos Espaços
    ➢ Palestrantes
    ● Brasílio Priprá (Liderança Xokleng/Laklãnõ)
    ● Setembrino Camlem (Liderança Xokleng/Laklãnõ)
    ● Cacica Presidente Jussara Djakuy Caxias Reis dos Santos (Povo
    Xokleng/Laklãnõ)
    ● Cacica Elizete Antunes (Povo Guarani)
    ● Cacique Kretã (Povo Kaingang)
    ● Isabel Tucano (Liderança do Povo Tucano)
    ➢ Mediadores
    João Voia (Estudante Indígena de Jornalismo do povo Xokleng/Laklãnõ)
    Valéria Silva (Estudante Indígena de Nutrição do povo Kaingang)

    Quinta-feira dia 01/12/2022
    Dia- 08h – no Hall da Reitoria
    ➢ Exposição Fotográfica aberta ao público (Hall da Reitoria)
    Noite – 18:00 no Auditório da Reitoria
    ➢ Apresentação do rapper Fernando Xokleng (Estudantes Indígena do
    Curso de Jornalismo)
    ➢ Mesa de Estudantes Indígenas da Maloca com o tema: Protagonismo
    dos Estudantes indígenas nas lutas que produzem conhecimentos.
    ➢ Palestrantantes:
    ● Thaira e Simoniel do Povo Xokleng
    ● Gesi e Marcelo do Povo Kaingang
    ● Geny e Serginho do Povo Guarani
    ● Laura do Povo Parintintin
    ● Mariri do Povo Yawalapiti
    ➢ Mediadores
    ● Vanessa Kaingang e Juscelino Xokleng
    ➢ Lançamento do videodocumentário sobre a Luta da Ocupação
    Maloca-UFSC

    Sexta-feira dia 02/12/2022
    Dia – 08h – no Hall da Reitoria
    ➢ Exposição Fotográfica (aberta ao público)
    10h – Exibição de documentários no Auditório da Reitoria
    ➢ “Laklãnõ/Xokleng: os órfãos do Vale”, de Andressa Santa Cruz e Clara
    Comandolli.
    ➢ “Vanh gõ to Laklanõ” dirigido por Bárbara Prettes, Flávia Person e
    Walderes Coctá Priprá, com produção de Jucelino Filho e produção
    executiva Gabi Bresola e Carol Marins.

    Para mais informações, acesse a página do evento no Instagram: @luta_dos_estudantes_indigenas.


  • PPG Jor UFSC comemora 15 anos com eventos especiais

    Publicado em 21/11/2022 às 11:20

    O Programa de Pós-Graduação em Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina (PPGJOR/UFSC) celebra de 21 a 25 de novembro seus 15 anos com uma programação especial. A Semana Comemorativa engloba palestras, rodas de conversa e mesas que discutem temas variados da pesquisa em jornalismo e encerra uma série de eventos realizados durante todo o ano de 2022.

    A programação inicia na segunda-feira, 21, com a palestra da antropóloga e professora da UFSC, Letícia Cesarino, autora do recém-lançado livro “O Mundo do Avesso – verdade e política na era digital” (Ubu Editora). A palestra ocorre no auditório do CFH, às 9 h.

    Já no dia 22, terça-feira, Fabiana Moraes, jornalista e professora da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), autora do livro “A pauta é uma arma de combate” (editora Arquipélago) também estará presente no evento realizando uma palestra. A fala ocorre às 13h30, no auditório Henrique Fontes, no CCE.

    Entre os dias 21 e 24, mestrandos e doutorandos do programa socializam suas pesquisas durante a 12ª Jornada Discente do PPGJOR, com apresentações de trabalhos, mesas de debates e rodas de conversas. Os trabalhos apresentados na jornada serão publicados em um caderno de resumos.

    O encerramento da programação especial acontece na sexta-feira, 25, com a realização de mesas temáticas sobre a pesquisa em jornalismo no Brasil e o pioneirismo do PPGJOR/UFSC, com a presença de professores fundadores do Programa. A programação inicia às 9h, no auditório do EFI.

    Programação

    21/11
    9 h – Palestra com a Profª Drª Letícia Cesarino – Auditório do Centro de Filosofia e Ciências Humanas (CFH)

    22/11
    13h30min – Palestra com a Profª Drª Fabiana Moraes – Auditório Henrique Fontes (CCE – Bloco B)

    21 a 24/11
    12ª Jornada Discente do PPGJor/UFSC

    25/11
    9 h – Mesas temáticas do PPGJOR – Auditório do EFI


  • Nota de pesar por Susana Naspolini

    Publicado em 26/10/2022 às 18:48

    O Departamento e o Curso de Graduação em Jornalismo lamentam o falecimento de sua ex-aluna Susana Naspolini, de 49 anos. Jornalista muito querida e admirada por seu trabalho, foi aluna da UFSC nos primeiros anos da década de 1990. Aos familiares e amigos, nossos sentimentos. À Susana, uma singela homenagem através de seus trabalhos no tempo em que foi estudante:

    A roupa nova do rei – Uma adaptação da história clássica, de Hans Christian Andersen, para Radioteatro.

    Colonização açoriana – A colonização açoriana e o seu legado é o tema desse programa documentário em áudio.

    Os nomes da ilha – Sobre os nomes que Florianópolis já teve no passado, em Radioteatro.

    Um crime perfeito – Adaptação do texto de Gustavo Neves Filho, em quatro capítulos para Radioteatro.

    Jornal Zero – Edição impressa do jornal-laboratório de Agosto, 1992.

    Telejornal Experimental – Edição do telejornal da turma de 1992 com a apresentação de Susana.