Jornalismo UFSC
  • A reportagem multimídia em debate

    Publicado em 13/04/2017 às 20:21

    “Multiplataforma: reportagem concebida para diversas linguagens” é o tema do debate que acontecerá na próxima-terça, 18 de abril, às 9h00, na sala Hassis (CCE). Os palestrantes são a professora Raquel Longhi, do Departamento de Jornalismo da UFSC, e o jornalista  Emerson Gasperin, repórter do caderno Nós e colunista de música do caderno Anexo, do Diário Catarinense.     As inscrições devem ser feitas   no link abaixo. Haverá certificado e a participação dos/as estudantes  no debate contará 4 horas de atividades complementares. O evento faz parte do projeto “Diálogos sobre o Jornalismo”, iniciativa da RBS.
     
     
    Palestrantes:
     
    Raquel Ritter Longhi é professora do Departamento de Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina, onde atua na Graduação e no Programa de Pós-Graduação em Jornalismo. É doutora em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Realiza pesquisas com ênfase em narrativas ciberjornalísticas, jornalismo imersivo, jornalismo online (novos formatos expressivos em hipermídia, jornalismo digital e redes sociais).  Faz parte da Rede de Pesquisa Aplicada em Jornalismo e Tecnologias Digitais (Jortec) e Rede de Pesquisa Narrativas Midiáticas Contemporâneas (Renami).  É  coordenadora do Núcleo de Estudos e Produção em Hipermídia aplicados ao Jornalismo (Nephi-Jor) e líder do Grupo de Pesquisa Hipermídia e Linguagem.  Tem várias  publicações científicas na área, entre as quais a organização dos livros  Jornalismo Convergente: Reflexões, Apropriações e Experiência, em 2012, e Gêneros e Formatos no Ciberjornalismo, em 2016, ambos pela Editora Insular.
     
    Emerson Gasperin é jornalista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina em 1993. Foi repórter de cultura do jornal O Estado de S.Paulo, integrando a equipe do suplemento Zap! que ganhou o Prêmio Esso Especial Infância e Adolescência em 1996. Chefiou a edição da revista Bizz, especializada em música, pela qual conquistou o Prêmio Abril de Jornalismo em 2006, na categoria Perfil. Também trabalhou no jornal Gazeta Mercantil e já escreveu para revistas como Trip, Capricho, Superinteressante e Viagem & Turismo. No Diário Catarinense, colaborou na edição da Revista de Verão (2005) e dos cadernos Geral (2009 e 2010) e Esportes (2013). Fez roteiros para o programa Globo Ciência, foi um dos curadores da área musical de duas edições da Maratona Cultural de Florianópolis e tem dois livros publicados: Reggae – Para Saber Mais e Almanaque do Futebol Catarinense. Atualmente, é repórter do caderno Nós e colunista de música do caderno Anexo, ambos no Diário Catarinense.

  • Siga os números: egressa do Jornalismo/UFSC lança livro sobre o uso de dados no jornalismo de finanças e negógios

    Publicado em 08/03/2017 às 15:00

    A ex-aluna do Curso de Jornalismo da UFSC Mariana Segala lançou na quarta-feira, dia 08 de março, o e-book “Siga os Números: Introdução ao uso de dados no jornalismo de finanças e negócios”. Produto do Mestrado Profissional em Tecnologias, Comunicação e Educação, cursado na Universidade Federal de Uberlândia, trata-se de um manual sobre como aplicar as práticas e técnicas próprias do jornalismo de dados para cobrir os assuntos de economia. Mariana atua como jornalista de economia desde que se formou, em 2006. Trabalhou em redações como as da Agência Estado, do jornal Brasil Econômico e da revista Exame. Hoje é freelancer. O material é aberto e gratuito e está disponível no endereço www.sigaosnumeros.wordpress.com

     

    marica


  • Eutanásia e grande reportagem são os temas da aula inaugural

    Publicado em 08/03/2017 às 14:33

    No dia 13 de março, às 9h, no auditório Henrique Fontes (CCE), ocorre a aula inaugural do Jornalismo/UFSC. O convidado é o jornalista repórter Vitor Hugo Brandalise que vai falar sobre o processo de produção de grande-reportagem, em especial sobre o“ O últim livro “O último abraço – uma história real sobre eutanásia no Brasil”, publicada originalmente no portal Brio e no Estado de São Paulo. O livro conta a história real de Nelson Golla, que não suportou ver Neusa, sua companheira há 54 anos, presa em uma cama depois de dois AVCs. Em um gesto de amor, decidiu acabar com o sofrimento de ambos de forma brusca e inesperada. O evento é aberto ao público.

    16462912_10210323020290948_5715057915475660380_o

    Quer conhecer um pouco da história? Clica aqui!  O convidadoVitor Hugo Brandalise é repórter do caderno Aliás, do jornal O Estado de S. Paulo. Foi repórter de Cidades do mesmo jornal (entre 2008 e 2013) e editor de reportagens da revista internacional GQ (até 2014). Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (2007), é pós-graduado em Comunicação (Edição Jornalística) pela Universidade de La Coruña (2012). É autor dos livros O Theatro Municipal de São Paulo: Histórias Surpreendentes e Casos Insólitos (Senac, 2013) e O Último Abraço (Record, 2017), ambos de não ficção. É vencedor de oito prêmios de reportagem, entre eles o Petrobras de Jornalismo 2013 e o prêmio Vladimir Herzog de Jornalismo e Direitos Humanos 2016. Entre os outros reconhecimentos estão dois prêmios Editora Globo de Jornalismo (como editor e repórter), três prêmios Estado de Jornalismo e um prêmio Real Sociedad Económica de Santiago de Compostela (pelo trabalho de pesquisa e reportagem desenvolvido na Espanha).