Pós-Jor

Apresentação

O Mestrado em Jornalismo é reconhecido pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Em sua criação em 2007, foi recomendado pela instituição com conceito inicial 3. Após o primeiro triênio do Mestrado, uma nova avaliação do curso foi realizada, sendo o conceito elevado ao Nível 4. A avaliação abrange o período de 2007 a 2009 e resulta de um processo amplo e complexo que leva em consideração aspectos como a organização pedagógica do curso, infra-estrutura, corpo docente, produção intelectual, inserção social e formação de novos pesquisadores. A ascensão ao nível 4 é um grande feito, uma reclassificação positiva já no primeiro triênio de um programa, especialmente considerando o rigor com que a CAPES avalia os cursos. Com o novo conceito, pode-se vislumbrar a criação do Doutorado em Jornalismo. No momento, porém, só dispomos do curso de Mestrado.

A criação do Programa de Mestrado em Jornalismo da UFSC é um produto do amadurecimento desta área acadêmica na instituição, através de um contínuo investimento na formação docente, na produção científica e na criação da infra-estrutura necessária ao empreendimento. Além das quase três décadas de experiência bem sucedida na formação profissional de jornalistas, associando o ensino à pesquisa e à extensão já na graduação, a iniciativa se guia pelo alto padrão de qualidade alcançado pela instituição no ensino de pós-graduação.

Dos quase setecentos cursos de graduação em comunicação listados pelo Ministério de Educação em todo o Brasil, cerca de quatrocentos contam com habilitação em jornalismo, o que indica uma grande demanda de formação de pesquisadores especializados nesta subárea de conhecimento, que pode se interessar por um curso com área de concentração específica. Além da formação de pesquisadores, o incremento da produção científica do Departamento de Jornalismo e sua difusão através de um programa stricto sensu são etapas necessárias para consolidar a posição da UFSC como pólo de referência na pesquisa em jornalismo no Brasil e na América Latina. E esta consolidação tende a abrir espaço para a realização também de pesquisa aplicada, em colaboração com o sistema produtivo, ajudando a diminuir a dependência tecnológica e cultural nesta área.

Coordenador (2014-16): Professor Francisco Karam

Site: http://www.posjor.ufsc.br/